Pit bull que foi rejeitado por ser ‘bonzinho demais’ é adotado por gatinhos

Ainda existem pessoas que acham que os animais são um tipo de entretenimento e que devem, dependendo de suas espécies, desempenhar um comportamento agressivo. Os pit bull, por exemplo, são usados em muitos lugares como cães de briga, e por isso, a cada dia, acabam tendo uma fama injusta.

Charlie acabou sendo rejeitado por ser bonzinho demais – seu dono queria que ele fosse violento e muito bravo, mais como ele não era assim, resolveu abandona-lo. Na tentativa de fazê-lo ser feroz, o homem cruel o judiou e chegou a bater nele.

Mas Charlie não era assim e nada fez com que ele mudasse sua doçura – então seu dono resolveu abandoná-lo. Quando a história dele se espalhou, uma mulher chamada Maaria Cooper, resolveu conhecer o cão amoroso. Ela já acolhia alguns gatos temporariamente até que encontrassem um lar, e resolveu dar a Charlie um lar.

Temendo que a convivência entre seus gatos e o pit bull não pudesse ser as melhores, imagine sua surpresa quando os felinos começaram a se aproximar de Charlie mostrando que se sentiam confiantes e protegidos perto dele.

Os gatinhos adotaram o cão amoroso, e recebeu de Charlie o mesmo carinho. Um dos gatos chamado Darwin se apegou tanto a ele que os dois se tornaram grandes amigos e só dormem juntos.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!