Gato gigante resgatado recebe mais de 3 mil pedidos de adoção

Dizem que tamanho não é documento, mas a história do gatão BeeyJay prova o contrário.

O Gato gigantão foi resgatado das ruas em Agosto por um grupo de adoção dos EUA e desde que suas imagens foram divulgadas ele já recebeu 3 mil pedidos de adoção.

Ele pesa cerca de 12 kg e suas fotos viralizaram nas redes sociais após uma publicação sobre sua chegada ao abrigo. O abrigo Morris Animal Refuge, que fica na Filadélfia, nos Estados Unidos, fez um tweet com duas imagens do novo acolhido e embora isso seja um procedimento padrão, já que todos os animais resgatados são divulgados, nenhum outro antes recebeu tanta atenção.

Não existem duvidas de que o gato impressiona pelo seu tamanho, porém ninguém poderia imaginar tanto sucesso.

Após as postagens serem feitas a foto de Beey chegou a 15 mil compartilhamentos, apenas em aglumas horas. E, aproximadamente, 3 mil pessoas, se mostraram interessadas em adotar o gatão.

Mas, o que importa realçar também, é que a chegada do gigante e de sua espontânea fama, impulsionou adoções de outros animais do abrigo e na mesma semana outros 20 gatos encontraram novas famílias.

Isso mesmo, o caso de BeeJay gerou um número recorde de adoções no abrigo. Um protagonista inesperado, mas que acabou favorecendo muitos gatinhos que estavam na “sombra” aguardando amor e uma casa.

Quanto à adoção do gigantão, pode-se imaginar que a escolha do seu novo lar tenha sido bem difícil, mas após alguns dias, ele foi finalmente adotado.

No seu site oficial, representantes do Morris Animal Refuge afirmam que será necessário acompanhar de perto os seus primeiros tempos com sua nova família. Pois o sobrepeso trouxe alguns problemas de saúde e um dos métodos, para que estes sejam debelados (principalmente o peso), é o treinamento continuado. Como foi retirado das ruas, ele é também um pouco arisco e apresenta comportamento que requer atenção mais detalhada.

Mas o mais importante de toda a história, sem contar com a espontânea e inesperada fama, é que ele e outros 20 animais (até à data), foram adotados por famílias responsáveis e amorosas. Isso sim, é o melhor de tudo, né não?